Month: Fevereiro 2016

Turismo quer internacionalizar actividade turística no Namibe

Namibe – Uma experiência piloto que visa internacionalizar a actividade turística na província do Namibe (sul de Angola) deverá efectivar-se a curto prazo, como resultado de uma parceria entre as autoridades angolanas do sector e o governo da vizinha República da Namíbia. O director geral do Instituto de Fomento Turístico de Angola (Infortur), Eugénio Clemente,…

  Turismo de Angola Angola é um país rico em história, contrastes vibrantes e culturas variadas. Também se orgulha de uma série de distintas regiões climáticas, incluindo uma floresta húmida e tropical a norte, um planalto central mais seco e fresco e uma região árida a sul, influenciada pela proximidade do Deserto do Kalahari. Uma…

Aldeamento Mulemba Resort Hotel

Aldeamento da Mulemba Resort Hotel O Aldeamento da Mulemba Resort Hotel é o hotel perfeito em Luanda para viagens corporativas, clientes de empresa, estadias prolongadas e também para usufruir de um fim de semana tranquilo, fugindo do bulício do centro da cidade. Localizado no norte de Luanda, numa zona tranquila, o Aldeamento da Mulemba Resort…

Skyna Hotel Luanda

Seja muito bem vindo ao Skyna Hotel Luanda! O Skyna Hotel Luanda é uma moderna unidade hoteleira presente na capital angolana desde 2009, que agora aposta na internacionalização e Portugal é o primeiro país. É a primeira cadeia de hotéis angolana a aventurar-se no estrangeiro e pretende criar um intercâmbio entre o know how e…

Redução de tarifas proposta à TAAG

Victorino Joaquim | 6 de Fevereiro, 2016 A TAAG deve fazer uma correcção da sua política de preços para se adaptar às expectativas que a mobilidade turística impõe e deve deixar de ser uma empresa voltada só para um segmento do turismo de negócios, “um turismo que tinha uma volatilidade em obras de construção civil, que…

Djibuti, o país que quer se tornar uma ‘Dubai africana’

“Cercado” por alguns dos países de situação mais instável da África – Somália, Etiópia e Eritreia –, o Djibuti não poderia ser mais diferente de seus vizinhos. O empobrecido país de 830 mil habitantes está chamando a atenção pelos esforços de modernização, simbolizados pela pretensão de se transformar em uma “Dubai africana” – um polo…